sexta-feira, 30 de outubro de 2009

To Emma with Love / Para a Emma com amor


This is probably the only really important post that I have ever
written since I started this Blog.
After browsing my eyes trough Kim Ayres blog I´ve encountered this chance to brighten up my day by doing something positive.
So to Little Emma here´s a little token of love.
I invite you all to do the same.

PT./Comunidade de língua portuguesa.Portugal,Africa,Brasil
Este é provavelmente o único post importante que eu escrevo desde que comecei este blog.Após dar uma passagem de olhos pelo blog de Kim Ayres encontrei a possibilidade de trazer um pouco de brilho à minha vida ao fazer algo de positivo.Assim para a pequena Emma aqui vai uma pequena prova de carinho.
Convido-os todos a fazer o mesmo.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

SOLTAR CORVOS,DESTAPAR SEIOS E COMER CASTANHAS.


Outono.


Apenas mais um dia de domingo movimentado onde todo o género de pessoas corriam para trás e para a frente para cima e para baixo pelas ruas da Cidade mais Cosmopolita e

conhecida da Capital do país. Muitos dos quais eram donos de lojas locais à espera de fazer um pouco de negócio com o fim da maré de turistas veraneantes.

Miúdos locais enchiam os Centros comerciais à descoberta do próximo filme sangrento que surgisse no cinema.Tambem alguns idosos reformados saiam de casa à procura

de um pouco de companhia e de algum vinho nas já não tão proeminentes tabernas.Turistas de todas as nacionalidades podiam ser vistos aqui e ali na busca de

algum "tesouro raro" olhando através das montras das lojas locais.A maior parte deles sentia -se defraudada suponho eu.Porque os artigos expostos para venda eram exactamente os mesmos que eram vendidos nos grandes centros de comércio dos seus paises de origem.

Esse é um dos problemas da Globalização, suponho.Estamos a tornar-nos cada vez mais parecidos um com os outros tal como cópias de fotocopiadoras.Comemos a mesma comida,vestimos as mesmas roupas,ouvimos a mesma música,trabalhamos nos mesmos empregos,vivemos pelos mesmos padrões em toda a parte e carregamos a nossa vida tal qual fardo pesado um dia atrás do outro.(Desculpem, hoje sinto-me um pouco azedo).

Mas estou a perder-me ,estava prestes a contar-lhes uma pequena história que me aconteceu ontem.O.K. então mais uma vez do início...Eu estava sentado numa esplanada

de um café bastante popular e movimentado a beber umas cervejas apenas a relaxar a olhar para o rio e a escutar o burburinho das muitas línguas faladas à minha volta.

A lingua Portuguesa misturava-se com as línguas Francesa,Inglesa,Italiana e Japonesa criando um som internacional alto e vivo que é suposto existir em todas as esplanadas dos cafés muito cheios e bem frequentados.O cheiro a castanhas assadas encheu o ar quando passou um vendedor ambulante a empurrar um carrinho

de mão encimado por algo que parecia uma pequena chaminé.Esta pequena chaminé era na verdade uma pitoresca panela de assar castanhas que ficava agarrada ao carrinho de mão e que possuia a característica de também ser um pequeno forno a carvão.Este género de fornos hoje em dia em que ser fornos eléctricos por causa das "Medidas de higiene profiláticas extremamente rigorosas e não respires em cima de mim ou podes encher-me de germes novas leis Europeias de segurança e higiene " .

Este género de fornalhas saõ feitas de aço inox o que na verdade" rouba" o sabor genuino da castanha assada Portuguesa cozinhada no carvão.Assim passaram de fomidáveis

a simplesmente comestíveis.A Profissão em si também está a acabar pois num mundo futurista cada vez mais rápido e em crescimento contínuo tristemente parece não haver espaco para "vendedores ambulantes" que empurram carrinhos de mão pelos passeios.Assim apenas os muito pobres ainda vão mantendo a tradição das velhas profissões.

Levantei-me da cadeira e comprei meia dúzia de castanhas assadas ao vendedor, conforme ele entregava-me as mesmas enrroladas no pacote de cartão quente gritou o habitual pregão "QUEM QUER QUENTES E BOAS" para quem quisesse ouvir.Sentei-me novamente e Alguns turistas Japoneses imitaram-me e compraram alguns pacotes.

Vi-os a mastigar completamente deliciados.Entre estes estava uma mulher que amamentava o bébé enquanto mastigava castanhas e bebia cerveja.

O Gerente do café dirigiu-se até mim num passo rápido e aproximando-se da minha mesa disse -Senhor, desculpe mas não pode comer aqui,é política da casa sabe ?

Pensei para comigo que se calhar eu tinha "cara de cu" escrito na minha testa ou se calhar tinha-me esquecido de tomar duche e barbear-me.Se calhar estava a dar

um mau exemplo aos turistas comprando artigos comestíveis locais a vendedores de rua que provavelmente traziam escondidos debaixo das vestes horrendos vírus mortais do tamanho de ratazanas

e ainda por cima não deviam lavar as mãos antes de almoçar.Ou então aquele idiota não gostava de um bocadinho de competição amigável dos vendedores ambulantes locais.

Como disse ? -Perguntei eu (Enquanto media aquele cretino de alto a baixo à procura da melhor zona para dar-lhe um pontapé).

-É como lhe digo (RETORQUIU O ESTÚPIDO)não pode comer nada que não possa ser comprado no café.

-Bem,e então beber ? -perguntei.Porque aquele senhor baixinho ali está a beber leite que não foi comprado no seu estabelecimento por isso acho que devia falar com ele!?!

Apontei para a senhora Japonesa conforme ela amamentava o bébé do modo mais natural e espontaneo possivel como todas as mães do mundo fazem desde sempre.

O paneleirote saiu a murmurar algumas palavras baixas e incompreensíveis provavelmente contra a minha Mãe enquanto se recolhia de novo para dentro do café.

Enquanto a mulher tomava a cerveja o bébé mamava como se não houvesse amanhã~e provavelmente acabaria a sua refeição bêbado e feliz.

Reparei quando um grupo de clientes(todos homens) esbugalhavam os olhos ao peito semi desnudado da mulher.Pensei para comigo que aqueles pobres tipos se calhar tinham sido todos amamentados a biberão em pequenos.

Paguei a minha conta e sai do café a rir-me sozinho e apanhei o eléctrico ia até à colina com "lugar nenhum" como destino na mente.

Não pude deixar de reparar ao olhar através da janela do eléctrico num corvo solitário que fazia círculos lá bem em cima no céu.Um ponto negro e solitário que contrastava com

a cor acizentada e Outonal das nuvens.

Sabem, é que costumavam existir muitos corvos na minha cidade natal mas um certo ÁLGUEM influente teve a ideia brilhante que estes tipos não eram higiénicos e que estariam

melhor fechados nalguma gaiola em algum zoo.Agora apenas alguns eram vistos de tempos a tempos a circular pelo ar sem destino.Verdadeiros párias(pensei para comigo)

Livres e dignos o suficiente para trilhar os céus sempiternos de Deus mas desmerecedores de pousar em terra pois estas eram aves negras e feias que nunca preencheriam a

imagem standartizada de querubins alados com asas brancas rechonchudos e loiros criados pela ideia retorcida de valor dos Humanos.

E sinto pena que assim seja pois sempre gostei de Corvos.

Sem saber muito bem porquê larguei uma gargalhada sonora.





-A vontade de erguer estátuas é tão poderosa como a vontade de as derrubar.

RELEASING CROWS,UNCOVERING BREASTS AND EATING CHESTNUTS.

Atumn.




Just another busy sunday and all sorts of people rushed back and forth up and down the city streets of the most Cosmopolitan and knowned countrie´s Capital . Most of them where local shop owners hoping to do a little business with the end of the of the summer tourist flow.Local kids filled the shopping centers looking for the next bloodiest movie on screen. Also some retired old people left theirhomes in search of a little company and some wine in the local an not so more proeminent taverns.Turists of all nationalities could be seen here and there looking for some "rare tresour" trought the local store windows.Most of them I presume felt ripped off because the items being sold were exactly the same items that were sold at the shopping centers at their countries.



That´s one of the problems of globalization I suppose,we all get more and more similar to one another like xerox machine copies.Eating the same food, dressing the same clothes,listening to the same music,working in the same jobs,living by the same standarts everywhere and carrying our lives like a heavy burden day in day out.(Sorry,I feel a little sour today).But I´m beginning to loose myself,I was about to tell you a few little stories that happened yesterday.O.K. Once again from the beginning...I sat down in a busy and popular Street café and had a few beers just relaxing looking at the river and listening to the murmur of the many diffeent spoken languages around me.



The portuguese got mixed with the French ,English, Italian and Japanese language creating an international loud and lively sound that is suposed to exist in every busy and frequented Street café.The smell of roasted chestnuts filled the air as a local vendor appeared pushing a little cart on wheels topped by what it seemed to be a a little chimney.This little chimney was in fact a roasting pot attatched to the cart that was a furnace on wheels filled with hot coal. These kind of furnaces have to be nowadays electric ovens because of the "profilactic higienic don´t breathe next to me or you might fill me with germs new European laws of safety and higiene " They´re made of Inox stainless steel which really "steals" the characteristic flavour of thePortuguese roated chestnuts coocked in hot coal.So they just passed from formidable to edible.The profession itself is ending because in a faster and non stop increasing futuristic developing world sadly there seems to be no room for "ambulant vendors" that stroll little karts along the sidewalks .So, only the very poor people still carry the traditions of the old professions. I lifted my chair and bought half a dozen roasted chestnuts from the vendor,as he passed me the rolled hot newspaper wrapped package and shouted the usuall "get them while their hot" street cry for everyone that wanted to listen.I sat back down and a few Japanese tourists lifted their seats and bought themselves some chestnuts.I saw them munching away in sheer delight.Among them was a Woman that was breastfeeding her baby while eating chestnuts and drinking some beer.



The Café manager rushed towards me and approached my table saying -Sir,I´m sorry but ,you can´t eat here, house polilitics you see?



I tought to myself that perhaps I had" asshole" written in my forehead or maybeI forgot to shower and shave.After all I was giving a bad example to tourists buying local edible items from street vendors that might be filled with horrendous rat size virus and probably didn´t washed their hands before lunch. Or maybe this idiot didn´t liked a little healthy competition from the local street vendors.



Come again? -I asked (Measuring this fellow up and down looking for the best spot to kick him).



-It´s like I tell you,you can´t eat anything that isn´t bought in the Café.-Well,and what about drink? -I asked.Because that little fellow over there is drinking milk that wasn´t bought in your Café so I really think you should speak to him !?!



I pointed at the Japanese lady as she breastfed her baby in the most natural and spontaneous way that mother´s do for millions of years.The faggot left mumbling in a low voice some uncomprehemsible nasty words probably against my mother as he rushed inside the Café. As the woman drank the beer the kid suckled like there was no tomorrow and would probably finish his meal happy and drunk.



I noticed how a group of customers(all men) gouged their eyes at the half showing breast of the woman.I tought to myself that these poor fellows were all probably bottlefed when they were infants.I paid my bill and left the Café table laughing to myself and made my way up hill taking the electric street car with "nowhere" as my destination point .I couldn´t help to notice watching trough the electric car window a lonely crow circling up in the air.A lonely black dot contrasting theAutumn greish sky colour.You see there used to be a lot of Crows in my hometown but an influencial someone had the brilliant idea that these guys weren´t higienic and they would be best off in some zoo.Now only a few of them were seen from time to time circling the air without destination. True outcasts (I tought to myself ) free and worthy enough to roam God´s neverending sky but unworthy to set foot in land because they wereBlack and ugly birds of evil omen never fullfilling the standards of the chubby blond white wing cherubs created by mens twisted idea of worth. And I fell sorry about that because I´ve always loved the crows.



Not knowing really why,I started laughing out loud.









-The urge of lifting up statues is as powerfull as the urge of knocking them down.

domingo, 25 de outubro de 2009

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Neném, por favor não me deixa

Nénem,por favor não me deixa
Não me abandone escute minha queixa
Aquele cara levou você de mim
Sozinho abandonado eu fiquei assim
Nénem não me deixa não
Perdido nessa solidão....ãõãõãõ
O seu perfume ainda não me largou
Mas você foi embora quando outro cara te chamou... ououou
Sem você eu tou ficando louco
Fica comigo meu bem
Fica comigo nénem
As suas curvas a sua pele dourada
As suas coxas redondas, suas formas delicadas
Vem e preenche meu "vazio"
Sem ti me sinto perdido e sem rumo com frio
Nénem preciso tanto de você
Será que tu não vai compreender
Por ti eu ultrapasso qualquer fila
Imagino nós dois na esplanada
Você na minha frente eu bebendo cerveja gelada
Mas aquele cara levou você de mim
Ele tava em primeiro na lista
Meu bem querida amor
Ele te levou de mim levou o seu calor
Mas esse cara não te merece
Ele vai te comer todinha e dizer depois ...me esquece
Nénem deixa ele e volta pra mim
Nénem,por favor não me deixa
Não me abandone escute minha queixa.

Dedicado a um frango frito que não fui capaz de comprar no sábado passado
porque era o último e dedico esta letra em particular a todos os poucos compositores
talentosos e famintos que andam por ai que não conseguem vender a sua música
porque o negócio da mesma está entupido com canções estupidas e que são Best-sellers
pois são cantadas por Popstars que não têm talento mas em compensação tem enormes BUNDAS.



Baby, please don´t go

Baby,why did you had go away 


After I begged you to stay 

That other guy took you away from me 

Baby,Baby can´t you see ? 

Why did you had to go...oo.ooo.....ooooooo! 

Don´t leave me ,please no...ooo...oooo...o ! 

Your sweet smell still intoxicates me 

Your golden skin still on my mind 

My mouth waters just thinking about you 

After you left, I cry all the time 

Oh Baby why can´t you stay ? 

You can´t just go away...eiei.....eieieiii 

Your beautyfull curves 

The thickness of your thighs 

Please come and fill my "void" 

Please don´t believe in his lies 

Baby, I need you so bad 

Can´t you see ? 

That for you I would cross any line !?! 

BA...BY 

I picture us both,on that table 

You in front of me 

And I drinking wine 

But you left with some guy,aiai...aiaiai ! 

He was first in line 

He won´t be kind 

Not like me 

He´s gonna turn you into a little pile of bones 

Can´t you see ? 

He won´t be kind to you 

Not like me

Baby,Baby,Baby...Ba...by !

Dedicated to a fried chicken that I was unable to buy last saturday
because it was the last one,And to those few talented starving songwriters
out there that can´t sell theyr Lyricks because the music business
Is jammed with stupid songs that are best sellers on account they are sung by
crappy little popstars that show little talent but a lot of ass.




segunda-feira, 19 de outubro de 2009

domingo, 18 de outubro de 2009

sábado, 17 de outubro de 2009

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Antoine de Saint-Exupéry /THE LITTLE PRINCE/O PRINCIPEZINHO














                                                                                                                                                   

quarta-feira, 14 de outubro de 2009


La fille que j'aimera


Sera comme bon vin


Qui se bonifiera


Un peu chaque matin .


                                                   Jacques Brel

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Mexican tightrope performers" DIE HARD"/Eqilibristas mexicanos morrem" DOLOROSAMENTE"

Today I was watching on the tube one of those diehard, never misses a shot, kills everyone, never get´s tired sick or hungry,middle age hero ,can do it all on screen because of 3D ANIMATION kind of movie.


My mind started to drift at the middle of it.I drifted a bit to the past and remembered something that happened in my childhood.I was at the circus and a Mexican tightrope artist was about to perform.

His female partner covered his eyes with a cloth and tied it tight, then she put a black bag over the poor guy´s head.I´m pretty sure that the equilibrist couldn´t see anything.I watched as he picked up the balance pole and went across the tight rope just as easy as you could eat a ham sandwich (My apologies to the vegetarians for the remark).Than he crossed the rope again "blind as a bat",and he was doing this in a pretty dangerous fashion because the floor wasn´t rigged with a safety net and the tightrope was tied across two poles way up from the floor near the circus tent rooftop.And needless to say if this guy fell he would squash like a rotten tomatoe splashing blood and guts all over the place. TOO VISUAL ? ...sorry:)

The performer didn´t stopped his breathtaking act there.I saw how his partner put something around his neck

which i thought was some kind of scarf.The guy once again crossed over the rope but stopped right at the middle of it.Than he took the scarf (which was actually one of those gym cords that we usually use for rope jumping) dropped the equilibrium pole to the floor while us the audience all heard the loud "SMACK"as it hit the ground.Than that guy did the most amazing thing...he jumped trough the cord and landed with is feet again On the wire And he did this pausing...1,2,...3 TIMES.Than crossed the tightrope to the other side without the use of the equilibrium pole.All of the circus crowd roared with clapping sound.The performer´s name was announced .(unfortunatelly I don´t remember it all I remenber is that he was Mexican). You know , for me that was Manhood and for the first time in my life I really knew what I wanted to do when I grew up.But never did...I´m afraid of heights.

Another performer´s name was announced and a beautyfull and skinny contorcionist lit up the circus stage with her beauty and art. And at somepoint in her act our eyes locked as I flirted with her staring with love and as she toutched the top of her head with the soles of her feet. She winked at me (NO S*IT!),and captured my heart.I was so happ"BANG"...I woke up from my daydream hearing the loud noise that came out from the hemorragic, still standing filled with bullit holes super hero´s gun as he blew the villain´s brains out with a dead center shot to the forehead...



...I still can´t recall the equilibrist´s name,...but thank God, I still remember the first time I fell in love.



From BB with love,respect and admiration to all the circus and street performers out there.












Hoje estava a ver na TV um daqueles mata-todos,nunca falha um tiro,nunca fica cansado doente ou com fome,herói de meia-idade que pode fazer tudo no ecrã por causa da animação 3D tipo de filmes.A minha mente começou a divagar a meio do mesmo.Divaguei um pouco até ao passado e lembrei-me de algo que tinha vivenciado na minha infância.Eu estava no circo e um trapezista Mexicano estava prestes a demonstrar o seu número.A sua parceira cobriu-lhe os olhos com um pano e apertou o mesmo com força,depois põs um saco preto pela cabeça adentro do pobre tipo.Tenho a certeza que o equilibrista não conseguia ver nada.Eu olhei conforme ele agarrou na vara de equilíbrio e atravessou a corda bamba tão facilmente quanto vocês conseguiriam comer uma sandes de presunto (As minhas desculpas pelo comentário aos vegetarianos).Depois atravessou a corda novamente "CEGO COMO UM MORCEGO", e ele estava a fazer isto de um modo bastante perigoso uma vez que não estava instalado no chão nenhuma rede de segurança e a corda bamba estava presa entre dois postes bem longe do chão perto do telhado da tenda do circo.É desnecessário dizer que se este tipo caisse ele rebentar-se-ia no chão como um tomate maduro espalhando sangue e tripas por todo o lado. Demasiado visual ? ...desculpem:)

O artista não parou a sua performance de se lhe tirar o fõlego por aí.Vi quando a sua parceira lhe colocou algo à volta do pescoço o que pensei na altura ser um lenço.O tipo atravessou uma vez mais a corda mas parou no meio desta e retirou o lenço (que na realidade era uma daquelas cordas de ginásio usadas para saltar) deixou cair a vara equilíbrio no chão  de  enquanto nós público ouvimos todos um alto "SMACK" quando esta aterrou.

  Depois aquele tipo fez a coisa mais assombrosa...saltou através da corda de ginásio e os pés aterraram na corda bamba E ele fê-lo pausadamente...1,2,...3 vezes.Depois atravessou a corda bamba até ao outro lado sem utilizar a vara de equilíbrio Todo o circo rugiu ao o som de palmas.O nome do artista foi anunciado (infelizmente não me recordo qual era o seu nome apenas me lembro que era Mexicano). Sabem para mim aquilo era ser verdadeiramente másculo e pela primeira vez na vida soube mesmo o que queria ser quando fosse grande.Mas nunca o fui...Tenho medo das alturas.

O nome de outra artista foi mencionado e uma linda e fininha contorcionista iluminou o palco do circo com a sua beleza e arte. E a certa altura os nossos olhos chegaram mesmo a cruzar-se conforme eu flertava com esta com o meu olhar de menino e enquanto ela tocava com as plantas dos pés no topo da cabeça.Ela piscou-me o olho(A SÉRIO!), e capturou o meu coração.Eu sentia-me tão fel"BANG"...Acordei do meu sonho diurno quando ouvi o alto ruído da arma do hemorrágico e ainda de pé cheio de buracos de bala super herói conforme ele rebentava os miolos do vilão com um tiro em cheio na testa...



...Ainda não me consigo lembrar do nome do equilibrista mas,... graças a Deus, ainda me lembro da primeira vez em que me apaixonei.



Do BB com amor respeito e admiração para todos os artistas circenses e de rua que andam por aí.

sábado, 10 de outubro de 2009

LEONARDO DI CAPRIO

WHEN A TRIP TO THE FIELDS GIVES YOU THE
 INSPIRATION TO WRITE AN IDIOTIC POEM.

I TOOK A LITTLE TRIP
TO THE FIELDS TODAY
THERE I FOUND "DI CAPRIO"
SITTING ON THE HAY
HE DID IS IMPERSONATION OF TITANIC
THAN WENT OUT ON HIS WAY






 :) An original poem by BICANDO.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

terça-feira, 6 de outubro de 2009

PORQUE É QUE EU GOSTO DE HUMOR MUDO ?/WHY DO I LOVE SILENT HUMOUR ?

Because, silent humour can be understood by "all" sorts of people without the use  of spoken or written language and when I say all, I really mean "all".It can be understood by the old and young black and white,atheists and believers (DON´T WORRY I WON´T BEGIN CHANTING NOR I AM TRYING TO CONVERT YOU) and I could be here rambling on and on untill the spit would dry from my mouth.
Right now in 2009 If you would have a chance to take a trip to any part of the world and gather a group of People, any group of people would they come from a refugee camp or a rich neighbourhood and I don´t care If they would be Sioux indians or A frican Masai or Palestinians or Hebrews or whatever and If you would play for them the "GOLD RUSH" from Chaplin or any of those old and out of fashion movies you would be amazed with the Positive reactions.
Man, I tell you this:Genuine laughter can be more uplifting than any material thing.
And when I think about this I always wonder on how much is lost in our process of "growth".
We should be tearing down walls of terror not lifting them up.
 Perhaps those old chaplin movies might teatch us something.

 "I am for people. I can't help it.Charlie Chaplin"

 



Porque o Humor silencioso pode ser compreendido por todos os géneros de pessoas sem o uso de lingua falada e ou escrita.E quando eu digo todos eu afirmo realmente a palavra "todos".Pode ser facilmente compreendido por velhos e novos, pretos e brancos,ateus e crentes (NÃO SE PREOCUPEM QUE EU NÃO VOU COMEÇAR A RECITAR CÂNTICOS NEM ESTOU A TENTAR CONVERTER-VOS) E eu podia ficar para aqui a falar sem parar até a saliva me secar na boca.Neste preciso momento em 2009 se vocês tivessem a possibilidade de fazer uma viagem até qualquer zona do mundo e reunir Um grupo de pessoas, qualquer grupo de pessoas, viessem estes de um campo de refugiados ou um bairro rico e não me interessa se estes fossem indios Sioux ou Masai Africanos ou Palestinianos ou Hebreus ou fossem o que fossem e se passassem para estes "A CORRIDA AO OURO"do Chaplin ou algum desses filmes antigos e fora de moda vocês surpreender-se-iam com as reacções positivas.
Manos(as) eu digo-vos isto:O riso genuino pode encher uma pessoa com mais felicidade do que qualquer coisa material.
Deviamos derrubar as paredes que nos enchem de terror em vez de levantarmos novas. Quando penso nisto pergunto-me sempre no quanto perdemos naquele processo a que chamamos "crescimento".
Talvez aqueles filmes velhinhos do Chaplin nos possam ensinar algo.

"Sou pelas pessoas.Não consigo evitá-lo.Charlie Chaplin"

 

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Discurso importante sobre o estado geral das coisas imortantes./Important speech about the current state of important things.

O.K. Então hoje é o dia em que eu devia dizer alguma coisa acerca de mim próprio ou sobre politica ou sobre o aquecimento global ou a confusão que vai reinando no mundo...Podem esperar um bocadinho enquanto eu vou até à cozinha e bebo um copo d´água para limpar a minha garganta ?


Obrigadinho.Volto num instante !
 
O.K. So, today it´s the day were I should say something about myself or about politics or global warming or the mess that´s goin´ on in the world ...Could you wait just for a moment while I go to the kitchen and have a drink of water to clear my throat ?


Thank´s. I´ll be right back !